Pensando

pensador

Se você perguntar a cem pessoas o que elas gostam de fazer no seu tempo livre, praticamente ninguém dirá “pensar”.

Porque verdade seja dita – os humanos pensam o tempo todo? Você teve que pensar para responder essa pergunta. Certo?

Mas estamos simplesmente reagindo à informação ou estamos criando novas idéias e teorias?

Infelizmente, as pessoas não pensam, elas consomem. Claro, lemos/vemos notícias, pesquisamos assuntos no google, assistimos a programas instrutivos ou documentários, mas será que conseguimos ligar os pontos? Não tornando-se meros repetidores de palavras alheias?

Na verdade os humanos são tão resistentes a mudar e formar novas opiniões que simplesmente procuraram informações que validem sua visão existente. O crescimento raramente ocorre. O pensamento real é tão raro que existe um termo – “intelectual” – para a classe de pessoas que realmente o fazem.

A razão pela qual as pessoas não pensam é porque é chato (?). Oh, a tortura de ter que sentar-se sozinho, sem entretenimento e sem se preocupar com o que mais você poderia estar fazendo, para apenas ocupar-se com seus pensamentos.

Em vez de desfrutarem um pouco da companhia de sua mente, as pessoas procuram algo para consumir um pouco mais. Elas não percebem que estão entediadas consigo mesmas.

Olhe em volta e você encontrará pessoas que preenchem seu tempo com atividades, distrações e obrigações suficientes para que nunca sejam forçadas a ficar sozinhas com a própria mente; então elas sempre dizem que estão “ocupadas”.

Elas são como o bebezinho que se cansa de um brinquedo e pega algo diferente, apenas passando o tempo.

Jhonny Nergal
Um iconoclasta; nada é sagrado demais para que não possa ser questionado.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *