Papéis sexuais tradicionais

A seleção natural aplicou diferentes estímulos sobre homens e mulheres para que nossos antepassados caçadores-coletores tivessem suas probabilidades de sobrevivência aumentadas.

A diferença mais visível entre os sexos é a massa muscular, uma mulher moderna é apenas 60% tão forte como um homem.
Nossos cérebros acumularam diferenças de comportamentos, aspectos psicológicos e como respondemos a vários estímulos.

A soma dessas diferenças leva a um perfil de força e fraqueza para cada sexo que lhes permite superar ou ser menos eficiente em certos papéis em relação ao sexo oposto.

Traços possuídos pelos homens em maior percentagem do que as mulheres: dominância, independência, inteligência, racionalidade, pensamento analítico.

Traços possuídos por mulheres em maior percentagem do que os homens: submissão, dependência, natureza emocional, intuição mais rápida, compartilhamento cooperativo.

A ideia de igualdade de gênero é um mito que não tem base científica.

Sermos empurrados para isso é prejudicial para ambos os sexos porque minimiza suas forças inatas e maximiza suas fraquezas, diminuindo suas chances globais de reprodução, sobrevivência e até mesmo a felicidade.

Forças os homens a cooperar, compartilhar e nutrir como uma mulher é tão incomum como treinar um gato a ladrar como um cachorro. Da mesma forma que temos a divisão econômica do trabalho, onde você é treinado para realizar um conjunto de tarefas melhor do que outros, a fim de ganhar a vida, os papéis sexuais biológicos fizeram o mesmo em dividir o fardo da reprodução e sobrevivência – entre os dois sexos.

Enquanto as mulheres não pertencem ao lar, elas fazem um trabalho melhor do que os homens na nidificação e na criação de filhos. Enquanto os homens não pertencem às minas de carvão, eles fazem um trabalho melhor ao cavar minerais da terra.

Criar programas governamentais ou propagandas que visem demonstrar que as mulheres podem ser mineiros de carvão e bombeiros, tanto quanto os homens é um comportamento tolo que vem de uma falsa noção de igualdade – homens e mulheres são iguais desde que venhamos evoluir para uma nova espécie, mas até lá não e isso não vai acontecer.

Jhonny Nergal
Um iconoclasta; nada é sagrado demais para que não possa ser questionado.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll Up