O Show de Truman – Estamos Vivendo numa Matrix?

O Show de Truman é um filme de 1998 estrelado por Jim Carey, como Truman Burbank.

Truman é um trabalhador, “despreocupado”, de classe média.
Ele é apenas um cara comum.

Mas…

Lentamente ele começa a perceber, que a vida não é o que parece. Há simplesmente muitas coincidências, e todos em torno de Truman parecem muito estranhos. É quase como se ele fosse o centro das atenções e o mundo inteiro está focado nele.

E embora Truman não saiba, é precisamente o que está acontecendo. Toda sua vida é um grande reality-show.

É tudo falso.

Na verdade toda a comunidade onde ele mora (ilha Seahaven) está contida em um estúdio gigante em Hollywood .

Tudo é controlado, do trânsito às notícias. Até mesmo o clima.

Aqui estão três razões, que tornam o Show de Truman um dos filmes mais reais que você já assistiu ou poderá assistir.

1. Propaganda

O objetivo de qualquer propaganda é a lavagem cerebral, se o termo lavagem cerebral soa muito forte para você, aqui está uma forma mais suave de expor, o objetivo de qualquer propaganda é a indução comportamental, para assegurar que os indivíduos se comportem conforme um padrão.

No caso de o Show de Truman, toda propaganda é focada em apenas um único indivíduo, Truman.

O pior cenário para alguém que mantém o outro em cativeiro é o cativo procurar uma saída. E o melhor cenário possível é ter um cativo completamente ignorante, que nem ao menos sabe que está cativo.

Essa é a situação de Truman, na maior parte do filme.

Toda a propaganda é feita para manter Truman a seguir um determinado comportamento.

Manter Truman feliz dentro dos confortos de casa, dentro dos confortos da ilha.

Quando ele ouve o Rádio, assiste à televisão, qual a mensagem subjacente?

Não há lugar como o Lar. O lar é onde o seu coração está. Não vá. Tudo que você precisa estar aqui.

2. Existem obstáculos intermináveis se quiser deixar a Matrix. O maior deles é o próprio medo.

O mundo de Truman é feito de obstáculos a fim de impedi-lo de sair.

Propagando é a primeira linha de defesa.
Sua esposa, melhor amigo, família são a segunda linha de defesa, porque também reforçam a mensagem “não há lugar como o lar”.

No entanto o mais poderoso obstáculo que Truman deve superar é seu próprio medo, especificamente seu medo de água. Seu pai morreu em uma tempestade do mar, para que ele desenvolvesse medo.

Como resultado, Truman foi condicionado a apenas ficar na ilha.

3. O espirito humano pode conquistar qualquer coisa.

No final do filme, Truman vence seu medo da água, deixando a ilha Seahaven em um pequeno veleiro.

Em uma tentativa desesperada para que Truman fique e não descubra a verdade. O criador do Show atinge Truman com uma tempestade severa e águas turbulentas.

Mas Truman se recusa a desistir, ele grita para os céus, zombando do criador – “Este é o melhor que tens?! Você vai ter que me matar!”

Eventualmente, o criado desiste e percebe que ele não pode manter Truman cativo por mais tempo. Ele acalma a tempestade e Truman encontra o fim deste mundo (estúdio) e eventualmente Truman encontra o fim deste mundo (estúdio). Show de Truman é apenas um filme, mas também pode ser mais verdadeiro do que você pensa

Jhonny Nergal
Um iconoclasta; nada é sagrado demais para que não possa ser questionado.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll Up